Logo Creative Society SOCIEDADE
CRIATIVA

Absurdo que atinge seu apogeu

6 de junho de 2022
Comentários

O posicionamento mais forte é a Verdade! Caminhando com a Verdade, você se torna mais forte.

Igor Mikhailovich Danilov

Hoje, são poucas as pessoas no mundo que, de uma forma ou de outra, não conhecem as fake news, a falsidade e a toxicidade de certos meios de comunicação de massa. Nas condições da sociedade de consumo, o jornalismo, que na verdade deveria informar objetiva e honestamente as pessoas sobre o que está acontecendo no mundo, de fato se tornou uma mera mercadoria. Na maioria das vezes, é uma ferramenta bastante cara e muito utilizada para manipular a opinião pública e ganhar muito dinheiro. Alguns jornalistas podem ser comparados a representantes de uma das profissões mais antigas, que não devemos nomear, para não ofendê-la com essa comparação. Por que isso ocorre? É realmente tão sério? Julgue por si mesmo...

Recentemente, apareceu um artigo em um dos jornais de grande destaque, afirmando sem nenhum fundamento que participantes voluntários do projeto absolutamente humano Sociedade Criativa deveriam ser acusados por suas más ações . Uma das principais alegações era que a teoria do CO2 é a única e absoluta verdade e que todos os pesquisadores do mundo a apoiam, enquanto aqueles que se opõem a essa hipótese, como, por exemplo, os participantes do projeto Sociedade Criativa, são pessoas estúpidas e de mente estreita, que espalham mentiras sobre o CO2 e que aqueles que se atrevem a insistir que o CO2 não é o principal fator da mudança climática na Terra… e assim por diante.

Tal julgamento distorcido se deve ao fato de que esses jornalistas obviamente não tiveram tempo de se familiarizar ao menos superficialmente com o que se discute no Projeto Sociedade Criativa. Se estudassem um pouco nossos materiais, estariam convencidos de que não negamos a presença de CO2, mas dizemos que não há evidências reais de que o CO2 seja a principal causa das mudanças climáticas. O que dizemos é que o CO2 é como a temperatura de um paciente. Uma temperatura que mostra que há um mau funcionamento no corpo. Mas é apenas um sintoma, não a causa da doença. Além disso, afirmamos que o CO2 já é combatido há 40 anos, e trilhões de dólares foram gastos nele, mas as coisas não mudaram nem um milímetro. Nada realmente mudou, não é verdade?

Os desastres climáticos estão apenas se agravando e se tornando mais poderosos em sua destrutividade! E eles tiram vidas humanas! Entretanto, não estamos preocupados apenas com números em estatísticas ou reportagens, estamos preocupados com vidas humanas! Talvez essas vidas pudessem ter sido salvas (ou pelo menos as baixas poderiam ter sido minimizadas) se não tivéssemos gasto tanto tempo e esforço discutindo e lutando contra as consequências, ao invés de resolver o problema em sua origem. Mas enquanto esses jogos enganosos, manipulações da opinião pública e tabus hipócritas na ciência por causa de dinheiro e títulos continuarem, enquanto declarações e ações hipócritas estiverem apenas no papel, mas não em ação efetiva, nós – pessoas – continuaremos a morrer por causa das mudanças climáticas! No entanto, somos pessoas e queremos viver! Não queremos morrer devido à ganância ou estupidez de alguns. Ou covardia, para ser mais preciso. É disso que estamos falando na verdade.

Uma mentira que uma pessoa comum passa para outra é como um punhal perfurando o coração de um ser humano, enquanto que, a mentira de um jornalista, um blogueiro ou um político, que pode ser ouvida por muitas pessoas, é uma arma de destruição em massa! Isso é realmente muito sério. E disso, surge uma pergunta: qual deve ser a atitude em relação àqueles que causam danos óbvios e contundentes à humanidade? Infelizmente, como podemos ver, nas condições do formato consumista, tais pessoas não-humanas gozam de sucesso, são elogiadas e apoiadas. No entanto, qual a consequência de uma atitude dessa natureza para a própria comunidade humana? Em uma sociedade normal e justa, devido à nocividade de suas atividades, esses indivíduos enganadores teriam sido isolados da sociedade e engajados compulsoriamente em trabalhos socialmente úteis, como atividades em minas, pedreiras etc.

Talvez o exemplo dado abaixo não represente a gravidade e a tragédia de tal situação, mas é pelo menos uma analogia.

Imagine a sociedade como um organismo único, como um cachorro, por exemplo. Ninguém deve se ofender com tal comparação, não há nada de ofensivo na imagem de um cachorro e, a propósito, a humanidade atual não está distante de um bando de animais selvagens. Voltemos então à nossa alegoria. Há um único organismo no qual existem parasitas, por exemplo, ácaros. Eles não apenas sugam o sangue do organismo, levando um estilo de vida parasitário, não apenas infectam todo o organismo com uma doença perigosa, mas também reclamam da nocividade da água limpa ou dos xampus que removem tudo o que é hostil ao corpo. Os ácaros gritam em voz alta: "Ah, não, não use água limpa ou xampus especiais! Eles são extremamente prejudiciais ao corpo, eles o matam. Exigimos que a comunidade mundial reconheça a água como prejudicial e a proíba!" O cachorro já está doente, gemendo e morrendo, todos podem ver isso, mas os mentirosos gritam, e a farsa continua…

Isso certamente soa absurdo, e o exemplo em si não é muito apropriado e não reflete toda a essência do que está realmente acontecendo. No entanto, em seu absurdo e estupidez, se encontra muito próximo do contexto desses atuais acontecimentos. Não é absurdo quando mentirosos parasitas essencialmente matam pessoas com suas mentiras? Afinal, todos os dias, o clima – nosso inimigo comum – tira centenas de milhares de vidas humanas. Enquanto isso, esses mentirosos mantêm silêncio sobre a real ameaça e o alcance das ações do clima, basicamente ajudando-o a continuar com mais destruição. Ao mesmo tempo, acusam as pessoas que dizem a verdade de estarem mentindo. Esse é o paradoxo desses nossos tempos difíceis, quando mentirosos corruptos acusam pessoas honestas.

Houve um filósofo no século passado que disse uma vez: “A mentira é uma reação da escória à verdade”. O problema hoje é que esse absurdo abuso da desonestidade se tornou uma mercadoria oferecida aos consumidores por esses ácaros do jornalismo, por assim dizer. Mas o que os consumidores devem fazer? Certamente, para as pessoas que já se depararam com as mentiras ou preconceitos de vários meios de comunicação de massa, publicações como esta, ao contrário, tornam-se um sinal ou um marcador de que: "Bem, se os mentirosos denunciam essas pessoas de algo com tanta contundência e escândalo, então provavelmente essas estão sendo injustamente acusadas e, pelo contrário, devem estar até mesmo fazendo algo de bom e honesto, já que provocaram tal reação descabida nos mal intencionados." Ou: "Ok, deixe-me verificar as informações por conta própria e saber mais sobre o que essas pessoas estão dizendo e fazendo, porque, se esses mentirosos reagem dessa maneira agressiva e desequilibrada, significa que esses caras podem estar fazendo algo de bom e útil".

No entanto, além dessas pessoas que pensam, analisam informações e comparam fatos, também existem outras. Tomemos, por exemplo, um homem que está cansado. Ele está andando de metrô depois de um dia exaustivo de trabalho; ele está extremamente cansado e lento, e ele lê um artigo desses escribas corruptos em seu smartphone, acompanhado pelo som monótono das rodas do trem. E a seguinte mensagem está sendo gravada em seu cérebro: "A mudança climática global é uma mentira; são apenas alarmistas que estão entrando em pânico. Na verdade, nem tudo é tão terrível. Os cientistas agora resolverão o problema do CO2, tudo ficará bem, então eu, minha família e meus filhos, que amo muito e por quem trabalho, como escravo nas plantações, viveremos felizes para sempre..."

Esse homem quer acreditar nisso porque não conhece nenhuma outra referência. Porque ele ainda não conhece a alternativa para todo esse absurdo – saber sobre a Sociedade CriativaAlém disso, a sociedade de consumo em que ele vive imerso, sempre irá oferecer a alternativa de substâncias e recursos acessíveis para manter esse escravo sempre em condições de automatismo obediente: álcool, drogas, jogos (entretenimento), além do “principal ópio para pessoas” – religião. Por favor, escolham vocês, senhoras e senhores, e não digam que não tiveram escolha!

No entanto, qual seria o enredo se o homem cansado em nosso exemplo estivesse andando de metrô e conhecesse a Verdade? A Verdade de que a mudança climática global na Terra é uma consequência de processos que ocorrem no espaço, e que o CO2 é uma farsa enorme e exagerada e é essencialmente um negócio multibilionário. É aí que a citação de Puzo seria mais apropriada e irônica: "São apenas negócios. Nada pessoal". A dimensão desse negócio é tamanha que só no ano passado, mais de 630 (!!!) bilhões de dólares caíram no bolso de alguém!!! Só no ano passado!!! Imagine o valor proporcional, se considerar que este assunto enganoso tem sido transmitido com sensacionalismo por mais de 40 anos. Nas teias dessa mentira não há solução para o problema climático, há apenas resoluções, reuniões, palestras e toneladas de dólares!!! E, como os apetites crescem cada vez mais com esses números abusivos, fica muito tentador contratar jornalistas enganosos para forjar artigos patrocinados. Você pode até investir bem alto e contratar jornais e canais inteiros, e até mesmo pedir uma "investigação" nas mídias sociais – boa estratégia de proteção e garantia de altos rendimentos. Com isso, todo mundo fica um pouco feliz, incluindo os donos do bolo dos negócios que valem centenas de bilhões (a vida fica “ótima” para eles!), os corruptos envolvidos (seus serviços estão muito em uso) e até o pobre homem do metrô (ele se sente mais “seguro”, meio que sob anestesia).

Mas o que acontecerá amanhã? Afinal, a mudança climática global associada à ciclicidade cósmica é um fato científico! É um fato indicado por muitos cientistas. É um fato comprovado pela arqueologia e que nos mostra claramente que a Terra já passou por ciclos semelhantes anteriormente. É um fato que pode ser comprovado por estatísticas elementares e até mesmo dados publicamente disponíveis. É uma estatística comum, geralmente acessível e que teimosamente prova que todos esses processos estão ganhando força, estão ligados e se sincronizam! E o inimigo comum da humanidade – o clima, que só está ganhando cada vez mais força hoje, não poupará ninguém: nem os donos de negócios multibilionários (eles depositam esperanças em seus bunkers, mas, infelizmente, seus bunkers não os salvarão!) , nem jornalistas corruptos ou colaboracionistas de todos os tipos em geral – o clima não poupará ninguém. É impiedoso. Não vai poupar nem o coitado do metrô porque é um processo cíclico ou, se preferir, uma ocorrência regular!

A cada 12.000 e 24.000 anos, esses processos ocorrem independentemente dos desejos das pessoas. Esses processos não podem ser subornados, o clima não pode ser corrompido; nunca irá querer nem mesmo todo o dinheiro do mundo. É apenas um certo processo que ocorre, um evento que tem que acontecer. A única maneira de evitar as consequências desastrosas desse processo climático é construir a Sociedade Criativa! Uma sociedade onde a humanidade, consolidando seus esforços e unindo todo o seu potencial, como uma unidade sólida, possa superar e passar por esta fase difícil de seu desenvolvimento.

No entanto, voltemos ao nosso exemplo do homem no metrô. Então, o que ele deve fazer, se está sendo enganado e manipulado pelas mentiras das mídias de massa? Aqui está o ponto principal! Toda a essência e sentido deste artigo é justamente ajudar pessoas que têm dificuldades e se confundem nas rígidas condições, hábitos e ilusões do formato consumista para verificar, analisar e correlacionar dados e informações. Como já observamos acima, para a categoria de pessoas que conseguem fazer tal análise com discernimento, tais provocações e falsificações dos meios de comunicação de massa são até úteis, porque criam condições para que essas pessoas verifiquem e comparem informações por conta própria e, a partir daí, façam sua escolha lúcida, sensata e consciente: Mentira ou Verdade = Morte ou Vida?

No entanto, para pessoas pressionadas e oprimidas pelo formato consumista, a tarefa é bem mais difícil. Portanto, é muito importante que a Verdade apareça e circule no espaço da informação mundial por qualquer meio e com um alcance ainda maior! Para que as pessoas tenham a oportunidade de ver e descobrir a Verdade em todos os lugares: na comunicação com seus amigos, parentes e conhecidos, nas mídias sociais, nos aplicativos de mensagens, na televisão e no rádio, em anúncios e artigos, através da arte – em todos os lugares! Esta informação deve estar por toda parte para que as pessoas possam acessar a Verdade em meio às pilhas de mentiras e falsificações! Porque tudo isso que está acontecendo é na verdade uma ocasião e um impulso para uma ativação e consolidação ainda maior dos esforços de todas as pessoas de boa vontade em todo o mundo para informar a humanidade sobre a Sociedade Criativa!

Assim, voltar ao nosso homem no metrô, quando ele já conhece a Verdade, cria condições para que ele se responsabilize por sua própria vida e pela vida de seus filhos, parentes e amigos. Então, junto com os outros 8 bilhões de pessoas, enquanto ainda temos tempo hoje, ele pode usá-la de forma correta, construtiva e razoável. Pelo bem da sobrevivência de todos! Hoje, ainda podemos mudar a situação e, para isso, precisamos unir todo o potencial científico e tecnológico da humanidade. Neste caso, mesmo este homem, cansado e oprimido pelo formato consumista, pode realmente fazer muito. Por exemplo, ao andar no mesmo metrô, ao invés de ler autores mentirosos e assassinos, ele pode fazer circular a Verdade entre seus amigos e conhecidos nas mídias sociais, divulgar informações sobre a Sociedade Criativa e dizer às pessoas que a Sociedade Criativa é a única alternativa para salvar toda a humanidade e garantir o futuro de nossos filhos! Ele deve fazer isso para que, nem sua vida nem a vida de seus próximos e entes queridos permaneçam sob o controle desses mentirosos assassinos do jornalismo.

É por isso que é muito importante que tanto este homem, quanto todos os outros como ele conheçam a Sociedade Criativa! Por isso são muito significativas as ações da boa vontade de todas as pessoas, de todos aqueles que entendem a importância de se construir uma Sociedade Criativa e fazem tudo ao seu alcance para informar a humanidade sobre esta oportunidade única o mais rápido possível! E por isso mesmo, no mundo atual, a posição honesta e objetiva dos participantes dentro do projeto totalmente humano Sociedade Criativa é extremamente importante e valiosa, pois eles realmente compartilham a Verdade com todas as pessoas na Terra. A verdade é a principal proteção que a humanidade tem hoje! A verdade é a nossa chance de sobrevivência! A verdade é o principal recurso da humanidade! A verdade é o potencial salvador da humanidade! Portanto, queridos amigos, vamos compartilhar apenas a Verdade uns com os outros para aumentar nosso potencial e sobreviver!

No dia 7 de maio de 2022, na plataforma do projeto internacional Sociedade Criativa, acontecerá um evento único em escala planetária – o Fórum "Crise Global. Somos Pessoas. Queremos Viver", quando toda a humanidade ouvirá novamente o Verdade! A Verdade que nos dá esperança de sobrevivência! A Verdade que nos inspira a agir! A Verdade que nos torna livres, fortes e capazes de superar juntos, todos os desafios desse nosso difícil momento atual! Convidamos toda a humanidade para este Fórum porque diz respeito a todos!

Autor é um voluntário do projeto Sociedade Criativa.
Elchin Akhmedov

Faça um comentário