Logo Creative Society SOCIEDADE
CRIATIVA

A Hora da Acção é Agora. A Carta do Primeiro-Ministro de Tonga

9 de fevereiro de 2022
Comentários

Em 4 de Dezembro de 2021, na conferência internacional online "Crise Global. Hora da Verdade" foi apresentada a carta de Pohiva Tuionetoa, Primeiro-Ministro do Reino de Tonga.

O Reino de Tonga é um estado do Oceano Pacífico na Polinésia, situado em 170 ilhas no arquipélago de mesmo nome, com uma população de 103.000 pessoas. Tonga é um pouco maior que Singapura e 164 vezes menor que Nova York. As ilhas suportam rica flora e fauna marinha e oceânica em mais de 750 milhas quadradas no Oceano Pacífico. Ao mesmo tempo, Tonga é classificada como a 2ª mais vulnerável a desastres naturais!

Pohiva Tuionetoa foi convidado para a conferência e queria abordar pessoalmente a questão das mudanças climáticas, mas devido a obrigações urgentes do governo, pediu para incluir uma pequena mensagem do Reino de Tonga para refletir as opiniões da região do Pacífico sobre o assunto.

Carta de Pohiva Tuionetoa, Primeiro-Ministro do Reino de Tonga

“Os organizadores, coordenadores e palestrantes desta Conferência estão de parabéns por esta conferência oportuna, independente de qualquer agenda geopolítica, social ou econômica, para chamar a atenção global e acções urgentes, em direção à Mudança do Clima. que é um dos desafios globais que está afetando o nosso mundo.

As ilhas do Pacífico, com ilhas baixas expostas, estão na vanguarda dos impactos das mudanças climáticas. Os últimos cinco anos registraram intensidades crescentes de ciclones tropicais com frequentes incidentes de terremotos, tsunamis e inundações como resultado desses eventos climáticos extremos.

No tempo sem precedentes da pandemia do COVID-19, que não poupou nenhum país do mundo, este evento nos ensinou que soluções nacionais para problemas globais não funcionam. Precisamos aproveitar todas as plataformas disponíveis, sejam atores estatais ou não estatais, para pedir unidade em resposta e acções contra esses desafios”.

O primeiro-ministro também observou que a mudança climática é uma ameaça existencial que é de grande preocupação em muitas partes do mundo, mas em nenhum outro lugar do mundo as pessoas vivem com medo e ansiedade constantes como em Tonga. Um aumento de 1 metro no nível do mar fará com que 25% dos edifícios, 11% das estradas, 16% dos sistemas de água e 29% da infraestrutura de energia do país fiquem submersos!

"Mas, apesar de pequenos, ainda somos relevantes e temos direito ao mundo como qualquer outro país! — observa Pohiva Tuionetoa," A todas as sociedades civis, corporações multinacionais, advogados e academia — não desistam de fazer a verdade ser conhecida — sobre a ignorância e a ganância humana que induziram ainda mais esta crise de mudança climática. Os impactos das mudanças climáticas não são mais uma previsão — já estão aqui! A hora de agir é agora - por favor, não espere até que seja tarde demais!"

Logo após a conferência, em 15 de janeiro de 2022, entrou em erupção o vulcão submarino Hunga-Tonga-Hunga-Haapai, localizado debaixo d'água a uma distância de 65 km da capital de Tonga, no anel de fogo do Pacífico. Uma coluna de cinzas, vapor e gás subiu a uma altura de 39 quilômetros. Esta erupção foi a maior em várias décadas e causou um tsunami que destruiu quase todas as casas em pequenas ilhas periféricas do arquipélago. As ondas do oceano atravessaram o Oceano Pacífico para as costas do Japão, EUA, México e América do Sul. Cidades no Peru foram inundadas, infelizmente, houve vítimas. Na Nova Zelândia e na Austrália, os moradores fugiram de lugares potencialmente perigosos.

A erupção do vulcão debaixo de água Hunga-Tonga-Hunga-Haapai foi retratado pelo satélite. A filmagem publicada mostra uma "explosão" no Oceano Pacífico. As autoridades tonganesas chamaram o incidente de "um desastre sem precedentes". Duas pessoas morreram como resultado da erupção, várias dezenas foram consideradas desaparecidas. As ilhas de Hunga-Tonga e Hunga-Haapai foram praticamente destruídas. As cinzas vulcânicas danificaram gravemente o abastecimento de água, interrompendo a comunicação com a cadeia de ilhas após o dano ao único cabo submarino que liga Tonga ao resto do mundo. O tráfego aéreo foi temporáriamente suspenso e as rotas de transporte marítimo foram interrompidas. Em algumas regiões, as comunicações móveis, Internet e eletricidade não estavam disponíveis. Mais detalhes sobre este evento podem ser encontrados nas Notícias de Última Hora.

Todos esses tristes eventos mostram mais uma vez que a força e o poder dos terríveis desastres climáticos estão crescendo. Precisamos tomar medidas imediatas para manter as pessoas que vivem em áreas perigosas seguras. De facto, hoje mais de 800 milhões de pessoas vivem num raio de 100 quilômetros de vulcões ativos!

Junte-se ao processo de informar, precisamos dizer às pessoas a verdade sobre as reais causas das mudanças climáticas e que existe uma saída! Somente na Sociedade Criativa, onde a vida de cada pessoa vem em primeiro lugar, poderemos encontrar soluções para os problemas mais urgentes e criar condições dignas para todas as pessoas do nosso planeta.

Faça um comentário